Rapidinha sobre Poesia

 

Imagem – Sociedade dos Poetas Mortos, 1989

Uma das sete Artes tradicionais, a poesia nada mais é, do que uma linguagem de comunicação utilizada para fins estéticos ou críticos. Em outras palavras, passar uma determinada, várias emoções; ou, simplesmente uma mensagem para chamar atenção para um ponto de vista ou um acontecimento na sociedade.

E pensar que hoje em dia isso acontece muito através de um tal de meme…

58791278

Enfim…
A poesia é uma forma de ideia tão antiga que era muito usada desde sociedades pré-históricas. Tanto que era através dela, que histórias e culturas de povos antigos eram mantidas. Exemplos? Odisseia (Grega); Canção dos Nibelungos (Nórdica).

“Fala-me, Musa, do homem astuto que tanto vagueou,
depois que de Troia destruiu a cidadela sagrada.
Muitos foram os povos cujas cidades observou,
cujos espíritos conheceu; e foram muitos no mar
os sofrimentos por que passou para salvar a vida,
5 para conseguir o retorno dos companheiros a suas casas.
Mas a eles, embora o quisesse, não logrou salvar.
Não, pereceram devido à sua loucura,
insensatos, que devoraram o gado sagrado de Hipérion,
o Sol — e assim lhes negou o deus o dia do retorno.
10 Destas coisas fala-nos agora, ó deusa, filha de Zeus”

Trecho de Odisseia, de Homero

Não é de se negar que a poesia andou lado à lado com o homem, pois cada fase da arte refletia o momento da sociedade. A sua mentalidade, a forma de enxergar o mundo, etc. E claro, seja durante o Romantismo, Realismo, ou qualquer estilo literário que imaginar, a poesia esteve contribuindo para que a mensagem que esses povos desejavam transmitir fosse passada.

Sigurg 0004 www.templodeapolo.net - siegfried e brunhilde

Siegfried ou Sigurd com Brünhild – pintura que retrata personagens do poema Canção dos Nibelungos

Por fim, seja através de uma letra de música, um rabisco no papel, ou um textão no facebook, enquanto o homem expressar sentimentos a poesia vai continuar existindo. E enquanto a poesia existe, é certo de que a nobreza do ser humano não morreu…

Deixe uma resposta