Dança do Ventre

A dança do ventre é uma dança que surgiu no Oriente Médio há mais de 7 mil anos. Era uma dança que tinha como objetivo saudar o corpo da mulher em relação à Fertilidade, imitando com o ventre, o movimento de uma serpente.
Os movimentos são marcados pelas ondulações abdominais, de quadril e tronco isoladas ou combinadas, ondulações de braços e mãos, tremidos e batidas de quadril, entre outros. À principio a dança foi criada para imitar as contrações do Parto, para estimular a futura mãe a ter um parto saudável.

Mas a dança foi considerada impura pelas religiões que influenciaram a região por volta do ano 1800. Sendo elas o Cristianismo e o Islamismo. Assim, aproveitando a invasão Napoleônica do Oriente, muitas dançarinas fugiram para o Ocidente. As invasões de estrangeiros no Oriente Médio fizeram com que as dançarinas aproveitassem o seu talento para ganharem dinheiro atraindo soldados dos exércitos invasores. Mas aos poucos elas foram decapitadas e suas cabeças jogadas no rio Nilo.

Eram danças populares, geralmente realizada por ciganas. E entre os ciganos a dança não era considerada vergonhosa, mas uma forma alegre de entretenimento em datas comemorativas, os casamentos e os eventos em geral. Porém, como era uma dança sensual e provocante entre os religiosos, contribuíram para rebaixarem os ciganos a um status inferior, pois já se ligava a dança à ideia de prostituição. Mas no ano de 1886 a proibição foi suspensa e muitas puderam voltar ao Egito, pagando taxas ao governo com o dinheiro que ganhavam.

Com a chegada do século XX e o advento do cinema, Hollywood passa a exercer grande influência na fantasia ocidental sobre o oriente, modificando os costumes das dançarinas árabes. Separa-se então a dança com a ideia de prostituição e surgem estrelas de cinema e grandes mestres da dança. No Brasil a dança foi difundida pela mestra síria Shahrazad e mestra Saamira Samia.


Saamira Samia.

Shahrazad

Hoje a arte da dança do ventre é muito difundida na internet, como propaganda para academias para tonificar os músculos, tornar as mulheres mais bonitas, sensuais e até melhorar os relacionamentos, pois também tem o propósito de atrair os homens pela intensa sensualidade. Algumas se profissionalizam e se tornam bailarinas profissionais para atuarem em eventos de festas árabes, geralmente festas luxuosas e de grande Glamour.

Por Wendell E. Santos

Deixe uma resposta